A operacionalização do E-SUS APS

análise quanto aos registros, monitoramento e avaliação nas equipes emult do distrito VIII, da cidade do Recife, Pernambuco

Autores

DOI:

https://doi.org/10.21728/asklepion.2024v3n1e-91

Palavras-chave:

sistema de informação em saúde, Atenção Primária à Saúde, equipe de saúde multidiciplinar

Resumo

O e-SUS APS foi desenvolvido em 2013 para qualificar a gestão da informação, tendo como fundamento a ampliação da qualidade no atendimento à população. Este estudo teve como objetivo descrever os principais fatores relacionados com a operacionalização do e-SUS APS na perspectiva das equipes multiprofissionais (eMulti) do Distrito Sanitário (DS) VIII da cidade do Recife – Pernambuco. Trata-se de uma pesquisa quantitativa descritiva de corte transversal, utilizando dados primários coletados através de formulário online, organizado em quatro eixos, contendo questões relativas aos fatores gerais da operacionalização, registro, monitoramento e avaliação do e-SUS APS. E analisados  conforme a distribuição das frequências absolutas e relativas sendo apresentados em tabelas. Os fatores gerais relacionados à operacionalização do e-SUS indicam que 63,6% dos profissionais não participaram de capacitação inicial na implantação do e-SUS e 54,5% não participaram de capacitações para atualizações. Quanto ao registro dos dados, 72,7% informaram não ter acesso exclusivo ao computador no horário do expediente e 81,8% realizando as atividades de registro do e-SUS fora do ambiente de trabalho. Referente ao monitoramento 59,1% e 68,2% descrevem respectivamente que não realizam atividade de monitoramento das informações contidas nos relatórios do PEC e do e-SUS Território. Resultados semelhantes foram encontrados no eixo da avaliação, visto que, 40,9% relataram não realizar avaliação dos dados. A compreensão da vivência da eMulti do DS VIII, indica a necessidade de adaptação do e-SUS  de forma que contemple as atividades realizadas pela eMulti. E evidencia a necessidade de suporte da gestão local principalmente no quesito infraestrutura oferecida às equipes.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Mauricéa Maria de Santana, Secretaria de Saúde do Recife/SEGTES/GFES

Enfermeira, Especialista em Saúde Pública e Saúde da Família, Mestra e Doutora em Saúde Pública.

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Portaria nº 2.436, de 21 de setembro de 2017. Aprova a Política Nacional de Atenção Básica, estabelecendo a revisão de diretrizes para a organização da Atenção Básica, no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial da União; 2017. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2017/prt2436_22_09_2017.html. Acesso em: 30 jan. 2024.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria GM/MS n° 635, de 22 de maio de 2023. Institui, define e cria incentivo financeiro federal de implantação, custeio e desempenho para as modalidades de equipes multiprofissionais na atenção primária à saúde. Diário Oficial da União 2023a. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-gm/ms-n-635-de-22-de-maio-de-2023-484773799. Acesso em: 22 mar. 2024

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria nº 154, de 24 de janeiro de 2008: Cria os Núcleos de Apoio à Saúde da Família – NASF. Orientações para a implantação dos núcleos. Brasília. Ministério da Saúde, 2008. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2008/prt0154_24_01_2008.html. Acesso em: 29 fev. 2024.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. e-SUS Atenção Primária à Saúde: Manual do Sistema com Prontuário Eletrônico do Cidadão PEC – Versão 5.0 [recurso eletrônico] / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção Primária à Saúde, Secretaria Executiva. – Brasília: Ministério da Saúde, 2022.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde Departamento de Saúde da Família. Nota Técnica n.3/2020. Trata sobre o Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB) e o Programa Previne Brasil. Brasília, 2020. Disponível em: https://www.conasems.org.br/wp-content/uploads/2020/01/NT-NASF-AB-e-Previne-Brasil-1.pdf. Acesso em: 30 jan.2024.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção Primária à Saúde. e-SUS Atenção Primária à Saúde: Manual do Sistema com Prontuário Eletrônico do Cidadão PEC – Versão 5.2 [recurso eletrônico] / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção Primária à Saúde, Secretaria Executiva. – Brasília: Ministério da Saúde, 2023b. Disponível em: https://saps-ms.github.io/Manual-eSUS_APS/docs/PEC. Acesso em: 21 fev 2024.

CASTRO, Cristiane Pereira de; NIGRO, Daniele Sacardo; CAMPOS, Gastão Wagner de Sousa. Núcleo de Apoio à Saúde da Família e Trabalho Interprofissional: a experiência do município de Campinas (SP). Trabalho, Educação e Saúde, v. 16, p. 1113-1134, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00143. Acesso em: 30 jan. 2024.

CELUPPI, Ianka Cristina et al. Aplicativo e-SUS Território: Ferramenta para a gestão do território na Atenção Primária à Saúde do Brasil. In: SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SISTEMAS MULTIMÍDIA E WEB, 27., 2022. Anais... SBC, 2022. p. 111-114. Disponível em: https://sol.sbc.org.br/index.php/webmedia_estendido/article/view/21997. Acesso em: 08. Fev. 2024.

CIELO, Ana Claudia, et al. Implantação da Estratégia e-SUS Atenção Básica: uma análise fundamentada em dados oficiais. Revista de Saúde Pública, v. 56, 2022. Disponível em: https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2022056003405. Acesso em: 09 fev. 2024.

MIRANDA, Kleverson Gomes; MODESTO, Luiz Cláudio Pepino; BORGES, Larissa de Lima. Ameaças e fraquezas das equipes dos núcleos ampliados de Saúde da Família e Atenção Básica. Health Residencies Journal-HRJ, v. 3, n. 15, p. 370-401, 2022. Disponível em: https://doi.org/10.11606/s1518-8787.2022056003405. Acesso em: 09 fev. 2024.

DUARTE, Kesia Valentim do Nascimento. Construindo Ecomapa com sistema tecnológico: estudo de caso com equipes NASF. 2017. 19 f. TCC (Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva) - Instituto Aggeu Magalhães, Recife, 2017. Disponível em: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/24157. Acesso em: 08 mar. 2024.

LANCMAN, Selma; BARROS, Juliana Oliveira. Estratégia de saúde da família (ESF), Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) e terapia ocupacional: problematizando as interfaces. Revista de Terapia Ocupacional da Universidade de São Paulo, São Paulo, v. 22, n. 3, p. 263–269, 2011. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rto/article/view/46444. Acesso em: 17 abr. 2024.

MARTINS, Walésia Laianny Leite; MATOS, Anderson de Barros; SANTANA, Mauricéa Maria de. e-SUS APS: operacionalização na perspectiva das equipes de saúde bucal em um distrito sanitário do Recife-PE. Trabalho de Conclusão de Residência. Programa Residência de Odontologia em Saúde Coletiva. IMIP, 2023.

MAZZA, Daiene Aparecida Alves et al. Aspectos macro e micropolíticos na organização do trabalho no NASF: o que a produção científica revela?. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 30, 2020. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0103-73312020300405.Acesso em: 09 fev. 2024.

OLIVEIRA, Elizabete Regina Araújo de, et al. Gênero e qualidade de vida percebida: estudo com professores da área de saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, p. 741-747, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1413-81232012000300021. Acesso em: 09 fev. 2024.

PANIZZI, Mirvaine et al. Reestruturação produtiva na saúde: atuação e desafios do Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Saúde em Debate, v. 41, p. 155-170, 2017. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0103-1104201711213. Acesso em: 09 fev. 2024.

SCHÖNHOLZER, Tatiele Estefâni et al. Implantação do sistema e-SUS Atenção Básica: impacto no cotidiano dos profissionais da Atenção Primária à Saúde. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 29, 2021. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1518-8345.4174.3447. Acesso em: 09 fev. 2024.

SILVA, Isabelle Cristina Borba da, et al. O processo de trabalho do núcleo ampliado de saúde da família e atenção básica. Trabalho, Educação e Saúde, v. 17, p. e0018009, 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1981-7746-sol00180. Acesso em: 09 fev. 2024.

SOUZA, Thiago Santos; MEDINA, Maria Guadalupe. Nasf: fragmentação ou integração do trabalho em saúde na APS? Saúde em Debate, v. 42, p. 145-158, 2018. Disponível em: https://doi.org/10.1590/0103-11042018S210. Acesso em: 09 fev. 2024.

Downloads

Publicado

18-04-2024

Como Citar

PEREIRA DOS PASSOS, I.; DE SANTANA, M. M. A operacionalização do E-SUS APS: análise quanto aos registros, monitoramento e avaliação nas equipes emult do distrito VIII, da cidade do Recife, Pernambuco. Asklepion: Informação em Saúde, Rio de Janeiro, RJ, v. 3, n. 1, p. e–91, 2024. DOI: 10.21728/asklepion.2024v3n1e-91. Disponível em: https://asklepionrevista.info/asklepion/article/view/91. Acesso em: 22 maio. 2024.