Fake News como estrutura de poder

uma questão de assimetria de poder e desigualdade

Autores

  • Dorival Fagundes Cotrim Junior Instituto de Medicina Social Hésio Cordeiro da UERJ
  • João Paulo Almeida Brito da Silva Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
  • Aline da Costa Cotrim

Palavras-chave:

Fake News, assimetria de poder, desigualdade, política de saúde, comunicação, guerra híbrida, democracia, voluntarismo

Resumo

O artigo problematiza o vínculo político entre o fenômeno das Fake News (FN) ou da desinformação e a saúde pública. Trabalha-se com a hipótese de que o problema das FN constrange a formação democrática dos juízos públicos e afeta a relação de forças que disputam os rumos da sociedade e do Estado. Inicialmente promove-se um mapeamento do estado da arte, invocando literaturas nacionais e estrangeiras. Ao longo desta apresentação, apontou-se como tal fenômeno afeta a saúde pública. Em seguida, como objetivo angular, traça-se uma análise das FN como um problema de assimetria de poder e desigualdade. Pauta-se a argumentação política no sentido de que a concentração de recursos e poderes perverte a democracia e as máquinas de notícias falsas são acionadas para desestabilizar a ordem, mantê-la ou tomá-la a força, como em uma guerra híbrida, afastando o princípio da soberania popular. Conclui-se pela verificação da hipótese levantada e que, para evitar os voluntarismos, uma boa forma de análise é tratar o fenômeno da desinformação como um desafio político de assimetria de poder e desigualdade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Dorival Fagundes Cotrim Junior, Instituto de Medicina Social Hésio Cordeiro da UERJ

Mestre em Direito Constitucional e Teoria do Estado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - PUC Rio. Especialista em Direitos Humanos e Saúde pela Fundação Oswaldo Cruz (ENSP/FIOCRUZ).

João Paulo Almeida Brito da Silva, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)

Mestre em Políticas públicas em Saúde pela Fundação Oswaldo Cruz - Brasília. Especialista em administração Hospitalar e serviços de Saúde pela Universidade Federal da Bahia (2012).

Aline da Costa Cotrim

Graduanda em Administração pela Universidade do Estado da Bahia. Servidora pública municipal.

Referências

AGLEY, J.; XIAO, Y. Misinformation about COVID-19: evidence for differential latent profiles and a strong association with trust in science. BMC Public Health, v. 21, n. 1, p. 89, dez. 2021.

ALLCOTT, H.; GENTZKOW, M. Social Media and Fake News in the 2016 Election. Journal of Economic Perspectives, v. 31, n. 2, p. 211–236, 1 maio 2017.

ALMEIDA, R. DE. Bolsonaro presidente: conservadorismo, evangelismo e a crise brasileira. Novos estud. CEBRAP, v. 38, n. 1, p. 185–213, abr. 2019.

AVAAZ. O Brasil está sofrendo uma infodemia de Covid-19. Online: [s.n.]. Disponível em: <https://avaazimages.avaaz.org/brasil_infodemia_coronavirus.pdf>.

BADELL-GRAU, R. A. et al. Investigating the Prevalence of Reactive Online Searching in the COVID-19 Pandemic: Infoveillance Study. Journal of Medical Internet Research, v. 22, n. 10, p. e19791, 27 out. 2020.

BAKIR, V.; MCSTAY, A. Fake News and The Economy of Emotions: Problems, causes, solutions. Digital Journalism, v. 6, n. 2, p. 154–175, 7 fev. 2018.

BARCELOS, T. DO N. DE et al. Análise de fake news veiculadas durante a pandemia de COVID-19 no Brasil. Revista Panamericana de Salud Pública, v. 45, p. 1, 13 maio 2021.

BISPO JÚNIOR, J. P.; MORAIS, M. B. Participação comunitária no enfretamento da COVID-19: entre o utilitarismo e a justiça social. Cadernos de Saúde Pública, v. 36, n. 8, p. e00151620, 2020.

BLUM, R. et al. The future of NATO in the face of Hydrib Threats. In: Bernard El Ghoul, International Relations, Academic Year 2014/2015. [s.l.] Bernard El Ghoul, International Relations, Academic Year 2014/2015, 2015. p. 1–25.

CAMBRIDGE DICTIONARY. Fake NewsCambridge Dictionary. Online: [s.n.]. Disponível em: <https://dictionary.cambridge.org/pt/dicionario/ingles/fake-news>

CARDOSO JR, J. C. Desmonte do Estado no governo Bolsonaro: menos república, menos democracia e menos desenvolvimento. In: Brasil: incertezas e submissão. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2019. p. 151–169.

CARRIERI, V.; MADIO, L.; PRINCIPE, F. Vaccine hesitancy and (fake) news: Quasi‐experimental evidence from Italy. Health Economics, v. 28, n. 11, p. 1377–1382, nov. 2019.

CARTA CAPITAL. Cinco famílias controlam 50% dos principais veículos de mídia do país, indica relatórioCarta Capital, 31 out. 2017. Disponível em: <https://www.cartacapital.com.br/sociedade/cinco-familias-controlam-50-dos-principais-veiculos-de-midia-do-pais-indica-relatorio/>

CASTRO, J. C. L. DE. Máquinas de guerra híbrida em plataformas algorítmicas. E-Compós, v. 23, 3 fev. 2020.

COLETIVA. Pesquisa alerta que sete a cada dez brasileiros acreditam em fake news sobre Covid-19Coletiva.net, 14 maio 2020. Disponível em: <https://coletiva.net/noticias/pesquisa-alerta-que-sete-em-cada-dez-brasileiros-acreditam-em-fake-news-sobre>

COTRIM JUNIOR, D. F. et al. Refundação do Estado Desenvolvimentista: Dilemas entre Desindustrialização e o Setor Saúde. Revista Direito Público, Dossiê “Direito ao Desenvolvimento, Estado Neoliberal e Políticas Públicas”. v. 18, n. 97, p. 292–320, fev. 2021.

COTRIM JUNIOR, D. F.; CABRAL, L. M. DA S. Ações do Governo Federal no combate à coronacrise: limites, insuficiências e escassos acertos. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 30, n. 2, p. e300225, 2020.

COTRIM JUNIOR, D. F.; CABRAL, L. M. DA S.; ASENSI, F. D. Oferta de leitos de UTI no Brasil à luz dos princípios constitucionais da Igualdade e da Universalidade em tempos de COVID-19. Direito Público, v. 17, n. 96, 2021.

COUTO, M. T.; BARBIERI, C. L. A.; MATOS, C. C. DE S. A. Considerações sobre o impacto da covid-19 na relação indivíduo-sociedade: da hesitação vacinal ao clamor por uma vacina. Saúde e Sociedade, v. 30, n. 1, p. e200450, 2021.

CRUZ JUNIOR, G. Pós-verdade: a nova guerra contra os fatos em tempos de fake news. ETD - Educação Temática Digital, v. 21, n. 1, p. 278–284, 8 jan. 2019.

DE LIMA, M. R. S.; ALBUQUERQUE, M. O estilo Bolsonaro de governar e a política externa. BOLETIM OPSA, p. 15–21, 2019.

DFNDR LAB. Relatório da segurança digital no Brasil: segundo trimestre - 2018. [s.l: s.n.]. Disponível em: <https://www.psafe.com/dfndr-lab/wp-content/uploads/2018/08/dfndr-lab-Relat%C3%B3rio-da-Seguran%C3%A7a-Digital-no-Brasil-2%C2%BA-trimestre-de-2018.pdf>.

EGELHOFER, J. L.; LECHELER, S. Fake news as a two-dimensional phenomenon: a framework and research agenda. Annals of the International Communication Association, v. 43, n. 2, p. 97–116, 3 abr. 2019.

FERNANDES, H. M. M. As novas guerras: o desafio da guerra híbrida. Revista de Ciências Militares, p. 13–40, nov. 2016.

FIELD-FOTE, E. [EDEE]. Fake News in Science. Journal of Neurologic Physical Therapy, v. 43, n. 3, p. 139–140, jul. 2019.

GALHARDI, C. P. et al. Fato ou Fake? Uma análise da desinformação frente à pandemia da Covid-19 no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, n. suppl 2, p. 4201–4210, out. 2020.

GARCIA, L. P.; DUARTE, E. Infodemia: excesso de quantidade em detrimento da qualidade das informações sobre a COVID-19. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 29, n. 4, p. e2020186, 2020.

GILLIGAN, J. T.; GOLOGORSKY, Y. #Fake News: Scientific Research in the Age of Misinformation. World Neurosurgery, v. 131, p. 284, nov. 2019.

GIORDANI, R. C. F. et al. A ciência entre a infodemia e outras narrativas da pós-verdade: desafios em tempos de pandemia. Ciência & Saúde Coletiva, v. 26, n. 7, p. 2863–2872, jul. 2021.

GONDIM, G. M. DE M. Decifra-me ou te devoro: enigmas da Vigilância em Saúde na pandemia Covid-19. Trabalho, Educação e Saúde, v. 18, n. 3, p. e00296128, 2020.

HARAKI, C. A. C. Estratégias adotadas na América do Sul para a gestão da infodemia da COVID-19. Revista Panamericana de Salud Pública, v. 45, p. 1, 12 maio 2021.

HUNTER, W.; POWER, T. J. Bolsonaro and Brazil’s Illiberal Backlash. Journal of Democracy, v. 30, n. 1, p. 68–82, 2019.

JAMISON, A. M.; BRONIATOWSKI, D. A.; QUINN, S. C. Malicious Actors on Twitter: A Guide for Public Health Researchers. American Journal of Public Health, v. 109, n. 5, p. 688–692, maio 2019.

JHU – JOHN HOPKINS UNIVERSITY. Center for Systems Science and Engineering. “COVID-19 Dashboard”. John Hopkins University WebsiteJohn Hopkins University, , 2020. Disponível em: <https://coronavirus.jhu.edu/map.html>

KHAN, M. et al. COVID-19: A Global Challenge with Old History, Epidemiology and Progress So Far. Molecules, v. 26, n. 1, p. 39, 23 dez. 2020.

LAZZARATO, M. Fascismo ou revolução? O neoliberalismo em chave estratégica. São Paulo: N-1 Edições, 2019.

LI, X. et al. Clinical characteristics of 25 death cases with COVID-19: A retrospective review of medical records in a single medical center, Wuhan, China. International Journal of Infectious Diseases, v. 94, p. 128–132, maio 2020.

LIU, Y.-C.; KUO, R.-L.; SHIH, S.-R. COVID-19: The first documented coronavirus pandemic in history. Biomedical Journal, v. 43, n. 4, p. 328–333, ago. 2020.

MARCO-FRANCO, J. E. et al. COVID-19, Fake News, and Vaccines: Should Regulation Be Implemented? International Journal of Environmental Research and Public Health, v. 18, n. 2, p. 744, 16 jan. 2021.

MATOS, C. C. DE S. A.; BARBIERI, C. L. A.; COUTO, M. T. Covid-19 and its impact on immunization programs: reflections from Brazil. Revista de Saúde Pública, v. 54, p. 114, 15 dez. 2020.

MCKEE, M.; VAN SCHALKWYK, M. C. I.; STUCKLER, D. The second information revolution: digitalization brings opportunities and concerns for public health. European Journal of Public Health, v. 29, n. Supplement_3, p. 3–6, 1 out. 2019.

MESQUITA, C. T. et al. Infodemia, Fake News and Medicine: Science and The Quest for Truth. International Journal of Cardiovascular Sciences, 2020.

NETO, M. et al. FAKE NEWS NO CENÁRIO DA PANDEMIA DE COVID-19. Cogitare Enfermagem, v. 25, 22 abr. 2020.

ORGANIZAÇÃO PAN AMERICANA DE SAÚDE - OPAS. Entenda a infodemia e a desinformação na luta contra a COVID-19Organização Pan Americana de Saúde, , 2020. Disponível em: <https://iris.paho.org/handle/10665.2/52054>. Acesso em: 6 ago. 2021

ORSO, D. et al. Infodemic and the spread of fake news in the COVID-19-era. European Journal of Emergency Medicine, v. 27, n. 5, p. 327–328, out. 2020.

ORTEGA, F.; ORSINI, M. Governing COVID-19 without government in Brazil: Ignorance, neoliberal authoritarianism, and the collapse of public health leadership. Global Public Health, v. 15, n. 9, p. 1257–1277, 1 set. 2020.

PENNA, G. O. et al. PNAD COVID-19: um novo e poderoso instrumento para Vigilância em Saúde no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, n. 9, p. 3567–3571, set. 2020.

PULIDO, C. et al. A New Application of Social Impact in Social Media for Overcoming Fake News in Health. International Journal of Environmental Research and Public Health, v. 17, n. 7, p. 2430, 3 abr. 2020.

RACHUL, C. et al. COVID-19 and ‘immune boosting’ on the internet: a content analysis of Google search results. BMJ Open, v. 10, n. 10, p. e040989, out. 2020.

ROCHEL DE CAMARGO JR, K. Here we go again: the reemergence of anti-vaccine activism on the Internet. Cadernos de Saúde Pública, v. 36, n. suppl 2, p. e00037620, 2020.

ROSE, J. Brexit, Trump, and Post-Truth Politics. Public Integrity, v. 19, n. 6, p. 555–558, 14 nov. 2017.

SANTOS, R. T. DOS et al. Saúde Pública e Comunicação: Impasses do SUS à luz da formação democrática da opinião pública. Ciência & Saúde Coletiva, v. Ahead of Print, 2021.

SPINOZA, B. DE. Ética. 2, 6a reimpressão. ed. Belo Horizonte: Tradutor Tomaz Tadeu, 2017.

SWIRE-THOMPSON, B.; LAZER, D. Public Health and Online Misinformation: Challenges and Recommendations. Annual Review of Public Health, v. 41, n. 1, p. 433–451, 2 abr. 2020.

TEOH, D. The Power of Social Media for HPV Vaccination–Not Fake News! American Society of Clinical Oncology Educational Book, n. 39, p. 75–78, maio 2019.

VAN BAVEL, J. J.; PEREIRA, A. The Partisan Brain: An Identity-Based Model of Political Belief. Trends in Cognitive Sciences, v. 22, n. 3, p. 213–224, mar. 2018.

VASCONCELLOS-SILVA, P. R.; CASTIEL, L. D. COVID-19, as fake news e o sono da razão comunicativa gerando monstros: a narrativa dos riscos e os riscos das narrativas. Cadernos de Saúde Pública, v. 36, n. 7, p. e00101920, 2020.

VASCONCELLOS-SILVA, P. R.; CASTIEL, L. D.; GRIEP, R. H. A sociedade de risco midiatizada, o movimento antivacinação e o risco do autismo. Ciência & Saúde Coletiva, v. 20, n. 2, p. 607–616, fev. 2015.

VELASCO, E. et al. Social Media and Internet-Based Data in Global Systems for Public Health Surveillance: A Systematic Review: Social Media and Internet-Based Data for Public Health Surveillance. Milbank Quarterly, v. 92, n. 1, p. 7–33, mar. 2014.

VISCARDI, J. M. FAKE NEWS, VERDADE E MENTIRA SOB A ÓTICA DE JAIR BOLSONARO NO TWITTER. Trabalhos em Linguística Aplicada, v. 59, n. 2, p. 1134–1157, ago. 2020.

VIVIANI, M.; PASI, G. Credibility in social media: opinions, news, and health information-a survey: Credibility in social media. Wiley Interdisciplinary Reviews: Data Mining and Knowledge Discovery, v. 7, n. 5, p. e1209, set. 2017.

VOSOUGHI, S.; ROY, D.; ARAL, S. The spread of true and false news online. Science, v. 359, n. 6380, p. 1146–1151, 9 mar. 2018.

WANG, Y. et al. Systematic Literature Review on the Spread of Health-related Misinformation on Social Media. Social Science & Medicine, v. 240, p. 112552, nov. 2019.

WASZAK, P. M.; KASPRZYCKA-WASZAK, W.; KUBANEK, A. The spread of medical fake news in social media – The pilot quantitative study. Health Policy and Technology, v. 7, n. 2, p. 115–118, jun. 2018.

ZAROCOSTAS, J. How to fight an infodemic. Lancet (London, England), v. 395, n. 10225, p. 676, 29 fev. 2020.

ZIELINSKI, C. Infodemics and infodemiology: a short history, a long future. Revista Panamericana de Salud Pública, v. 45, p. 1, 12 maio 2021.

Downloads

Publicado

2021-10-25

Como Citar

Cotrim Junior, D. F., Silva, J. P. A. B. da, & Cotrim, A. da C. . (2021). Fake News como estrutura de poder: uma questão de assimetria de poder e desigualdade. Asklepion: Informação Em Saúde, 1(2), 17–31. Recuperado de https://asklepionrevista.info/asklepion/article/view/31