Sistema de Saúde Pública e o enfrentamento da Covid-19 no Brasil

Autores

  • Sandra Maria Souza de Carvalho Universidade Federal do Espírito Santo (UFES); Brazil
  • Marcelo Calderari Miguel Universidade Federal do Espírito Santo - Campus Goiabeiras, Brazil
  • Rogério Zanon da Silveira Universidade Federal do Espírito Santo - Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGAdm) da Ufes, Vitória, ES, Brasil

Palavras-chave:

Covid-19, Tratamento precoce, Atenção Primária de Saúde, Sistema Único de Saúde, Evidências científicas

Resumo

No Brasil, a saúde pública é regulamentada pela ação do Estado, através do Ministério da Saúde e demais secretarias estaduais e municipais. Entretanto, a saúde pública sofre desafios do mau gerenciamento e de falta de investimentos financeiros. Como resultado, temos um sistema em colapso, na maioria das vezes insuficiente e com pouca qualidade para atender a população. Este artigo analisa possibilidades de atuação dos serviços na rede do Sistema Único de Saúde (SUS) que contribuíram para o controle da epidemia e, simultaneamente, cumpram com a sua função essencial de garantir atenção cotidiana. Assim o objetivo geral realizar uma breve avaliação das ações da saúde e o seu enfrentamento para minimizar as doenças no Brasil, principalmente no que diz respeito a era pandêmica vivenciada pela Covid-19. Como metodologia utiliza-se a pesquisa bibliográfica sobre a temática em questão. Os resultados indicam que embora a falta de investimentos públicos e o gerenciamento errôneo de recursos, que faz com que o sistema publico de saúde se torne falho, com a chegada da pandemia de Covid-19 forçou adaptações em todos os setores e na saúde pública não foi diferente. O papel do SUS foi fundamental para evitar uma catástrofe ainda maior para a população de baixa renda. esse cenário, conclui-se que, as medidas do SUS, transfiguram-se em ação imprescindível para o enfrentamento da Covid-19, dando atenção especial a parte da população carente, assegurando intervenções que contribuam para o acesso dos serviços públicos disponibilizados as necessidades dos indivíduos infectados ou não, num momento de crise sanitária.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Sandra Maria Souza de Carvalho, Universidade Federal do Espírito Santo (UFES); Brazil

Sandra Maria Souza de Carvalho

Pós-Graduada em MBA em Biblioteconomia pela Faculdade Alpha América

Bacharela em Bibliotecomia pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES).

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-7418-1874

E-mail: sandramsc@hotmail.com

Rogério Zanon da Silveira, Universidade Federal do Espírito Santo - Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGAdm) da Ufes, Vitória, ES, Brasil

Rogério Zanon da Silveira - Universidade Federal do Espírito Santo (PPGADM-UFES)

Doutor em Administração pelo Centro de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Professor Adjunto da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), coordenador do curso de Administração.

Professor Permanente do Mestrado Profissional em Planejamento e Gestão Pública (UFES).

Orcid: https://orcid.org/0000-0002-1410-2767

E-mail: rogerio.silveira@ufes.br

https://scholar.google.com.br/citations?user=0ZrLFukAAAAJ&hl=pt-BR

Av. Fernando Ferrari, 514, Goiabeiras | Vitória - ES - CEP 29075-910

Referências

BRASIL. [Constituição (1988)]. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Brasília, DF: Presidência da República, [2016]. Disponível em: http://www.planalto. Gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituição.htm. Acesso em: 11. abr. 2021.

BRASIL. Decreto Legislativo n. 6, de 2020. Brasília, DF: Presidência da República, 2020. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/portaria/DLG6-2020.htm. Acesso em: 11 abr. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Lei 8.080 de 19 de setembro de 1990. Brasília, DF: MS, 1990. Disponível em: conselho.saude.gov.br/legislacao/lei8080_190990.htm. Acesso em: 11 abr. 2021.

CARVALHO, S. M. S; MIGUEL, M. C; SILVEIRA, R. Z. Dose de Esperança e Fiúza – Religiosidade e Comunicação no Espaço de Estudos Sobre Saúde. Rev. FSA, Teresina, v.18, n. 10, art. 4, p. 72-89, out. 2021. Disponível em: http://www4.unifsa.com.br/revista/index.php/fsa/article/view/2384. Acesso em: 27 0ut. 2021.

COIFMAN, Anne. O papel do SUS na pandemia de Covid-19. Blog Hygia. [S. l.], jan 2021. Disponível em: https://blog.hygia.com.br/papel-do-sus-na-pandemia/. Acesso em: 8 abr. 2021.

FACHIN, Odília. Fundamentos da Metodologia Científica: noções básicas em pesquisa científica. 6. ed. São Paulo: Saraiva, 2017.

FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ. Covid-19: perguntas e respostas. Rio de Janeiro: Fiocruz, 2020. Disponível em: https://portal.fiocruz.br/pergunta/por-que-doenca-causada-pelo-novo-coronavirus-recebeu-o-nome-de-covid-19. Acesso em 27 out. 2021.

GIL, Antonio Carlos. Como Elaborar Projetos de Pesquisa. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2017.

MEDINA, Maria Guadalupe, et al. Atenção primária á saúde em tempos de Covid-19: o que fazer? Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 8, jun. 2020. Disponível em: http://cadernos.ensp,Fiocruz.br/csp/artigo/1140/atenção-primaria-a-saude-em-tempos-de-covid-19-o-que-fazer. Acesso em: 05 abr. 2021.

MORAES, Danielle Ribeiro de; LIMA, Clovis Ricardo Montenegro de. Atenção básica e tratamento precoce contra a covid-19: entre o charlatanismo engajado e as evidências científicas e boas práticas terapêuticas. Asklepion: Informação em Saúde, v. 1, n. 1, p. 50-63, 2021. Disponível em: https://asklepionrevista.info/asklepion/article/view/6/13. Acesso em: 28 out. 2021.

NEVES, Christopher Smith Bignardi et al. Os Impactos Da covid-19 nas viagens de turistas brasileiros: conjuntura e perspectivas na eclosão e na expansão da pandemia no Brasil. Tur., Visão e Ação, Balneário Camboriú, v. 23, n. 1, p. 2-25, mar., 2021. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1983-71512021000100002&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 10 abr. 2021.

SOUSA, A. J. M. et al. Atenção Primária À Saúde E Covid-19: Uma Revisão Integrativa: Primary Health Care And Covid-19: An Integrative Review. Cadernos ESP - Revista Científica da Escola de Saúde Pública do Ceará, [S. l.], v. 14, n. 1, p. 45–52, 2020. Disponível em https://cadernos.esp.ce.gov.br/index.php/cadernos/article/view/313. Acesso em: 28 out. 2021.

WERNECK, Guilherme Loureiro; CARVALHO, Marília Sá. A pandemia de Covid-19 no Brasil: crônica de uma crise sanitária anunciada. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 36, n. 5, maio, 2020. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2020000500101&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 14 abr. 2021.

Downloads

Publicado

2022-06-28

Como Citar

Carvalho, S. M. S. de ., Miguel, M. C., & Silveira, R. Z. da . (2022). Sistema de Saúde Pública e o enfrentamento da Covid-19 no Brasil. Asklepion: Informação Em Saúde, 2(1), 6–18. Recuperado de https://asklepionrevista.info/asklepion/article/view/35