Infodemia e multidimensionalidade da ciência

a experiência do observatório de evidências científicas covid-19

Autores

  • Eliane Azevedo Gomes Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Jorge Biolchini Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia

Palavras-chave:

Infodemia. Multidimensionalidade da ciência. Observatório.

Resumo

O fenômeno infodêmico que surgiu durante a pandemia da Covid-19, associado à propagação de notícias falsas amplificadas pelas redes sociais, geraram uma insegurança informacional que aumentaram ainda mais os efeitos negativos sobre a saúde da população em escala mundial. O Observatório de Evidências Científicas Covid-19 foi criado com o propósito de amenizar esses problemas e contribuir para que a sociedade acessasse informações de qualidade. O Objetivo geral deste estudo é apresentar a iniciativa de desenvolvimento do Observatório de Evidências Científicas Covid-19 a partir do conceito de multidimensionalidade proposto por Edgar Morin. Os objetivos específicos consistem em identificar no Observatório o conjunto da multidimensionalidade utilizada na sua construção; e apresentar os resultados alcançados pelo Observatório no seu papel de fonte de informação confiável. A metodologia adotada é exploratória e descritiva com análise qualitativa. O Observatório alcançou todos os continentes geográficos, com um total de 1.222.128 usuários beneficiados. Sua relevância foi reconhecida por diferentes instituições ao ser recomendado como fonte confiável e ser inserido no catálogo de bibliotecas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BATISTA, A. D.; PACHECO, R. C. S.; DUARTE, K. B.; SELL, D.; MARCHEZAN, M.A. Observatórios de Conhecimento: conceitualização e perspectivas de aplicação na gestão do conhecimento. Revista Produção em Foco, v.7, n.1, p.50-63, 2017.

BIOLCHINI, J.; GOMES, E. A.; DIAS, E. C. F.; FIGUEIREDO, T. Coping With the Infodemic With Scientific Knowledge Management: A Case Study of COVID-19 Scientific Evidence Observatory In: MAGALHÃES, J. L.; HARTZ, Z.; JAMIL, G. L.; SILVEIRA, H.; JAMIL, L.C. Handbook of Research on Essential Information Approaches to Aiding Global Health in the One Health Context. Hershey, PA: IGI Global, 2022.

CAVALCANTE, R. B.; BRAZ, P. R.; TAVARES, T. B.; CARBOGIM, F. da C.; FARIA, L. R. de. Genealogia do conceito infodemia. In: CAVALCANTE, R. B.; CASTRO, E. A. B. (Orgs.) Infodemia: gênese, contextualizações e interfaces com a pandemia de Covid-19. Brasília: Editora Aben, 2022. p. 32-44 (Série Enfermagem e Pandemias, 7). Disponível em: https://publicacoes.abennacional.org.br/wp-content/uploads/2022/07/e10-infodemia-cap4.pdf Acesso em: 07 jul. 2022.

DESCARTES, R. Discurso do método. Porto Alegre: L&PM Editores, 2004.

GLASZIOU, P.; et al. Systematic reviews in healthcare: a practical guide. Cambridge, UK, Cambridge University Press, 2001.

LÓPEZ-HUERTAS, M. Gestón del conocimiento multidimensional em los sistemas de organización del conocimiento. In: CONGRESO ISKO-ESPAÑA, 8., 2007, León. Actas del [...]. Espanha: Universidad de León, Servicio de Publicaciones, 2007. Tema: La interdisciplinaridade y la transdisciplinaridad em la organización del conocimento científico. p. 1-26. Disponível em: <https://dialnet.unirioja.es/servlet/articulo?codigo=2532792> Acesso em 24 mai. 2020.

______. Reflexions on Multidimensional Knowledge: its influence on the foundation of Knowledge Organization. Knowledge Organization, Germany, v. 40, n. 6, 2013.

MACÊDO, D. J.; MARICATO, J.de M.; SHINTAKU, M. Observatórios: reflexões sobre os conceitos e aplicações em Ciência, Tecnologia e Inovação e relações com a Ciência da Informação. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, v. 17, p. 1-21, 2021. Disponível em: https://rbbd.febab.org.br/rbbd/article/view/1395/1239 Acesso em: 07 jul. 2022.

MORIN, E. Da necessidade de um pensamento complexo. In: MARTINS, Francisco Menezes; SILVA, Juremir machado da (Orgs.). Para navegar no século XXI: Tecnologias do Imaginário e Cibercultura. Porto Alegre: Sulina/ EDPECRS, 2003.

______. Introdução ao pensamento complexo. 5.ed. Porto Alegre: Sulina, 2015.

Organização Pan-Americana da Saúde - OPAS., & Organização Mundial da Saúde - OMS. Entenda a infodemia e a desinformação na luta contra a COVID-19. Série: Kit de ferramentas de transformação digital. Ferramentas de conhecimento, v. 9. Estados Unidos: OPAS, 2020. Disponível em: https://iris.paho.org/handle/10665.2/52054?locale-attribute=pt Acesso em 10 dez. 2021.

PACHECO, R. C. S., BATISTA, A.D. Inventário de Competências de Software no Brasil. Livro Softex - Capítulo II – Observatórios de informação e conhecimento, 2016.

RANGANATHAN, S. R.. Colon Classification. Bombai: Asia Publishing House, 1963

SILVA, A. W. L., NETTO, M., SELIG, P. M, & FILHO, E. A. (2013, Out. 27-31). Observatórios brasileiros de meio ambiente e sustentabilidade: diagnóstico e análise. In: CONGRESSO LATINO-IBEROAMERICANO DE GESTÃO DE TECNOLOGIA, 15., Porto. Anais do […] Portugal: ALTEC, 2013. Disponível em: https://repositorio.altecasociacion.org/bitstream/handle/20.500.13048/780/Observat%c3%b3rios%20brasileiros%20de%20meio%20ambiente%20e%20sustentabilidade.pdf?sequence=1&isAllowed=y Acesso em: 10 dez. 2021.

Vessuri, H. El ejercicio de la observación sociotécnica... a propósito de los observatorios de ciencia y tecnología. Cuadernos del Cendes, v. 19, n. 51, p. 1-17, 2002.

WARDLE, C., & DERAKHSHAN, H. Information Disorder: Toward an interdisciplinary framework for research and policy making. França: Council of Europe, 2017. Disponível em: https://rm.coe.int/information-disorder-toward-an-interdisciplinary-framework-for-researc/168076277c Acesso em 10 dez. 2021

Publicado

2022-11-18

Como Citar

GOMES, E. A.; BIOLCHINI, J. Infodemia e multidimensionalidade da ciência: a experiência do observatório de evidências científicas covid-19. Asklepion: Informação em Saúde, Rio de Janeiro, RJ, v. 2, p. 205–221, 2022. Disponível em: https://asklepionrevista.info/asklepion/article/view/56. Acesso em: 8 dez. 2022.